Tecidos animais - educação (2022)

Por Roberta das Neves

Doutora em Microbiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

Introdução

O termo histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) refere-se ao estudo dos tecidos biológicos de animais e plantas, sua formação, estrutura e função. As células agrupadas com as mesmas características formam um tecido. Existem quatro tipos de tecidos animais – epitelial, conjuntivo, nervoso e muscular – e cada um desses tipos principais apresenta variações. Um órgão geralmente é composto por vários tipos de tecidos (Figura 1).

Tecidos animais - educação (1)Principais tecidos animais (Foto: Reprodução/Colégio Qi)

Tecido epitelial

O tecido epitelial ou epitélio é formado por células justapostas, com pouca substância entre elas (substância intercelular), tendo função sensorial, proteção, absorção e secreção. O tecido epitelial é classificado em dois tipos principais: epitélio de revestimento e epitélio glandular.

As células do epitélio de revestimento apresentam polaridade, um polo é voltado para a superfície, denominado região apical e o outro polo é voltado para o tecido conjuntivo subjacente, denominado região basal. O tecido epitelial é avascular, logo se nutre via difusão de substâncias a partir do tecido conjuntivo.

Os tecidos epiteliais de revestimento podem ser classificados de acordo com a forma das células (escamosa ou pavimentosa, cúbica e cilíndrica ou colunar) e com o número de camadas (epitélio simples, como nos túbulos renais, estratificado, várias camadas de células, como no caso da pele e pseudo-estratificado, única camada de célula, mas por serem células de diferentes comprimentos, dão a impressão de que são várias camadas, como as células do trato respiratório.

O tecido epitelial de revestimento apresenta algumas especializações. Na região basal, podem surgir as microvilosidades, que são projeções microscópicas da membrana plasmática, o que aumenta a sua área superficial, como ocorre com o epitélio que reveste a cavidade intestinal; e os cílios, que são prolongamentos celulares móveis que batem em ritmo ondular e sincrônico que tende a propelir partículas superficiais, como ocorre com o epitélio da traqueia.

(Video) Introdução e classificação dos tecidos animais - Biologia - Ensino Médio

As células do tecido epitelial glandular produzem substâncias chamadas secreções, que podem ser armazenadas e secretadas para outras partes do corpo ou eliminadas do organismo, como as proteínas (no caso do pâncreas), lipídios (nas glândulas sebáceas e adrenais) ou complexos de carboidratos e proteínas (por exemplo, nas glândulas salivares). Já o leite, produto de secreção das glândulas mamárias, contém esses três tipos de substâncias.

De acordo com o número de células, o epitélio glandular pode ser unicelular, como as glândulas caliciformes presentes na traqueia ou multicelulares, como a glândula salivar. As glândulas multicelulares classificam-se quanto ao local onde a secreção é lançada: (1) endócrinas, diretamente nos vasos sanguíneos, por exemplos os hormônios; (2) exócrinas, fora do corpo ou no interior de cavidades, por exemplo, as glândulas sudoríparas; (3) mistas, glândulas que tanto podem ser endócrinas como exócrinas, como por exemplo, o pâncreas.

TECIDO CONJUNTIVO

O tecido conjuntivo encontra-se amplamente distribuído pelo corpo, estando envolvido em diferentes funções como preenchimento (ex: tecido conjuntivo frouxo, denso e reticular), transporte (ex: sangue e linfa), sustentação (ex: tecido ósseo e cartilaginoso), defesa (ex: sangue e linfa), reserva energética e isolamento térmico (ex: tecido adiposo).

Ascélulas do tecido conjuntivo ficam imersas em uma substância intercelular denominadamatriz, composta por duas partes, uma amorfa (água, sais minerais,polissacarídeos, glicídios e proteínas) e outra fibrosa (fibras proteicascomo as colágenas, elásticas e fibrosas). As células do tecido conjuntivo podemser de vários tipos: leucócitos (glóbulos brancos envolvidos na defesa doorganismo), adipócitos (armazenam energia na forma de triglicerídeos), plasmócitos(envolvidos na síntese de anticorpos), mastócitos (papel fundamental nainflamação, reações alérgicas e expulsão de parasitas), macrófagos (envolvidosna defesa do organismo, fagocitando os elementos estranhos ao nosso corpo) efibroblastos (responsáveis pela formação das fibras e da substância amorfa).

tecido nervoso

O tecido nervoso está envolvido na coordenação das funções de diferentes órgãos, constituindo o sistema nervoso, dividido em:

1 - Sistema nervoso central (SNC), formado pelo encéfalo e medula espinhal e;
2 - Sistema nervoso periférico (SNP), formado pelos nervos e gânglios nervosos.

Ambos os sistemas são formados pelos neurônios, que são as células nervosas responsáveis pelos impulsos nervosos (formadas pelo corpo celular, dendritos e axônio) e os gliócitos, que são as células glia responsáveis por envolver (formando a bainha de mielina) e nutrir os neurônios.

Os impulsos nervosos ou sinapses são as conexões estabelecidas entre um neurônio e outro (interneurais), um neurônio e uma fibra muscular (neuromusculares) e entre um neurônio e uma célula glandular (neuroglandulares), por meio de mediadores químicos, denominados neurotransmissores.

O potencial de repouso, por exemplo, entre um neurônio e outro, é mantido pela bomba sódio e potássio, onde a membrana do neurônio apresenta carga elétrica positiva do lado externo e negativa no lado interno.

Com a liberação dos neurotransmissores, ocorre a despolarização da membrana dos neurônios, gerando os impulsos nervosos. Essa alteração de cargas é denominada potencial de ação. À medida que os mediadores químicos são degradados, cessam os impulsos nervosos, havendo a despolarização dos neurônicos, mantendo-os em potencial de repouso.

(Video) Tecidos animais

Tecido muscular

O tecido muscular é caracterizado por sua contratilidade e as células que formam esse tecido são de formato fusiforme e recebem o nome de miócitos (fibras musculares). Há 3 tipos de tecido muscular:

1 - Não-estriado ou liso, contração involuntária, presente nos órgãos viscerais internos como esôfago, estômago, útero e vasos sanguíneo;
2 - estriado esquelético, contração voluntária, forma os músculos que estão ligados a estrutura óssea, permitindo a movimentação do corpo;
3 - estriado cardíaco, contração involuntária, forma a musculatura do coração e os batimentos cardíacos mantêm a circulação de sangue no nosso corpo.

A movimentação involuntária dos tecidos muscular esquelético e cardíaco, também denominada contração muscular, tem a participação dos filamentos proteicos de actina e miosina, envolvidos na contração e distensão das fibras musculares.

Resumidamente, a contração muscular inicia-se com um potencial de ação muscular, liberando Ca$$$^{2+}$$$ do retículo sarcoplasmático dos miócitos.

A contração muscular é dependente da liberação de íons Ca$$$^{2+}$$$ que se associam à troponina fazendo com que a miosina seja exposta e fixe-se e deslize sob a actina, formando o complexo actomiosina, propiciando a contração muscular.

O relaxamento do músculo ocorre quando cessam os impulsos nervosos e, consequentemente, não há liberação de Ca$$$^{2+}$$$, desfazendo o complexo actomiosina.

Exercícios

1. (Uff 2010) As glândulas multicelulares se formam a partir da proliferação celularde um tecido e, após a sua formação ficam imersas em outro tecido, recebendonutrientes e oxigênio. De acordo com o tipo de secreção que é produzido, asglândulas são classificadas basicamente em endócrinas e exócrinas. Entretanto,existe uma glândula que possui duas partes, uma exócrina e outra endócrina.

A figura a seguir mostra umesquema comparativo da formação de dois tipos de glândulas.

Tecidos animais - educação (2)Tecidos (Foto: Reprodução/UFF)

(Video) TECIDO EPITELIAL - HISTOLOGIA - Aula | Biologia com Samuel Cunha

Com base na figura, assinale aopção que identifica, respectivamente, o tecido de onde as glândulas seoriginam, o tecido onde elas ficam imersas, a glândula I, a glândula II e umexemplo de uma glândula exócrina.

a) Tecido epitelial, tecido conjuntivo, glândulaexócrina, glândula endócrina e glândula salivar.
b) Tecido conjuntivo, tecido epitelial, glândulaexócrina, glândula endócrina e tireoide.
c) Tecido epitelial, tecido conjuntivo, glândulaendócrina, glândula exócrina e pâncreas.
d) Tecido conjuntivo simples, tecido epitelial,glândula endócrina, glândula exócrina e paratireoide.
e) Tecidoconjuntivo frouxo, tecido epitelial, glândula endócrina, glândula exócrina eglândula lacrimal.

GABARITO: Leta A. As glândulas se originam apartir de tecidos epiteliais e ficam imersas em tecido conjuntivo, que asalimenta. A glândula I é exócrina, pois contém um canal por onde a secreção éeliminada. A glândula II é endócrina, pois é composta por uma cavidade fechadae sua secreção - hormônio - é lançado diretamente na correntesanguínea. Um exemplo de glândula exócrina é a glândula salivar. O pâncreas éuma glândula mista, pois possui uma parte exócrina e outra endócrina.

2. (Enem 2005) A água é um dos componentesmais importantes das células. A tabela a seguir mostra como a quantidade deágua varia em seres humanos, dependendo do tipo de célula. Em média, a águacorresponde a 70% da composição química de um indivíduo normal.

Tipo de célula

Quantidade de água

Tecido nervoso – substância cinzenta 85%
Tecido nervoso – substância branca 70%
Medula óssea 75%
Tecido conjuntivo 60%
Tecido adiposo 15%
Hemácias 65%
Ossos sem medula 20%

Enquanto intacta, essa amostra pesava 200 mg. Apóssecagem em estufa, quando se retirou toda a água do tecido, a amostra passou apesar 80 mg. Baseado na tabela, pode-se afirmar que essa é uma amostra de

a) tecido nervoso - substânciacinzenta.
b) tecido nervoso - substânciabranca.
c) hemácias.
d) tecido conjuntivo.
e) tecido adiposo.

GABARITO: Letra D. Após a secagem, a amostra de tecido passou de 200 mg para 80 mg,revelando que o teor hídrico do tecido analisado era de 120 mg. Percebe-se que120 mg correspondem a 60% de água. Logo, a amostra é de tecido conjuntivo.

mais Genética

  • Origem e evolução das células
  • Tecidos vegetais
  • DNA - tecnologias relacionadas
  • Núcleo e síntese proteica

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecidos animais - educação (3)

(Video) Tecidos Animais - Programa "Se Liga na Educação" Ciências 6 ano 12-11-2020

FAQs

Quais os 4 tipos básicos de tecidos animais? ›

Esses últimos apresentam frequentemente células semelhantes que trabalham em conjunto, formando tecidos, que são o objeto de estudo da histologia (histo = tecido; logia = estudo). Nos animais encontramos quatro tipos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso.

O que são os tecidos animais? ›

Esses tecidos são: tecido epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso. O tecido epitelial possui células justapostas com pouco material intercelular. O tecido conjuntivo, por sua vez, apresenta grande quantidade de substância intercelular. Já o tecido muscular caracteriza-se pelo sua capacidade de contração.

Qual a função dos tecidos animais? ›

Suas funções estão relacionadas com proteção, revestimento, secreção de substâncias e percepção sensorial. É dividido em dois tipos principais: o epitélio de revestimento e o epitélio glandular.

Qual a importância de estudar Histologia animal para melhorar a saúde humana? ›

A Histologia tem grande importância no dia a dia da profissão veterinária. É ela que permite identificar, caracterizar, analisar e descrever as estruturas dos diversos tecidos e órgãos que compões o organismo animal, sendo também uma forma de diagnóstico.

Qual é a origem do tecido? ›

O primeiro tecido que se tem notícia é o linho. Não era feito em tear, mas por meio de uma técnica bastante rústica, que consistia na prensagem das fibras. Arqueólogos encontraram múmias Egípcias de 2500 a.C. enroladas em linho tão bem tecido como os encontrados atualmente.

Qual é a importância do tecido muscular do corpo dos animais? ›

O tecido muscular, um dos quatro tipos de tecidos animais, caracteriza-se por sua capacidade de contração. Ao contrair-se, ele garante não só a movimentação do corpo, como também, por exemplo, o batimento cardíaco e o transporte de alimentos pelo sistema digestório.

Como se classificam os tecidos dos animais? ›

Existem quatro tipos de tecidos animais – epitelial, conjuntivo, nervoso e muscular – e cada um desses tipos principais apresenta variações. Um órgão geralmente é composto por vários tipos de tecidos (Figura 1).

Como são formados os tecidos? ›

Os tecidos são estruturas formadas por um conjunto constituído por células semelhantes, que atuam para desempenhar uma mesma função, e pela matriz extracelular. Eles não são encontrados isoladamente no nosso corpo, estando sempre associados uns aos outros, formando os órgãos e sistemas.

Quais são os tecidos animais que não se regeneram? ›

O tecido nervoso e o tecido muscular apresentam células maduras que são incapazes de se reproduzir.

Qual é o conceito de Histologia animal? ›

Tecidos são agrupamentos de células e determinadas estruturas que, atuando de forma integrada, desempenham funções específicas. Assim, estão presentes somente em organismos multicelulares, tais como animais e plantas; o que não quer dizer que todos estes representantes os possuem.

O que é a fisiologia dos animais? ›

A fisiologia animal tem como base de estudo uma gama bastante ampla de organismo. Nela são analisados aspectos como a locomoção, a alimentação e a ambientação dos animais de modo que se torne mais fácil o entendimento dos mecanismos que mantêm cada animal vivo.

Qual é o nome do tecido que envolve e protege os órgãos? ›

O tecido epitelial funciona como uma capa que reveste os órgãos externos (epiderme e córnea) e a parte interna dos órgãos ocos como é o caso do ouvido, nariz, estômago, pulmão, boca, útero, bexiga etc. Além disso, esse tecido tem também função secretora.

Qual a importância do estudo dos tecidos? ›

Os tecidos servem para estruturar nosso corpo, sendo assim de suma importância para formação e sobrevivência dos seres vivos. Caso aja uma alteração e sempre importante analisar, pois o corpo humano ( principalmente o tecido) estão sempre se alterando repentinamente.

Qual é o tecido que integra todas as partes do corpo? ›

Tecido conjuntivo propriamente dito: Apresenta como função principal unir as estruturas do corpo; Não pare agora...

O que é o tecido epitelial? ›

O tecido epitelial é um dos quatro tipos básicos dos tecidos animais. Formado por células justapostas, entre as quais se encontra pouca substância extracelular. Como suas células não possuem vasos sanguíneos, os nutrientes são recebidos através do tecido conjuntivo subjacente.

Quais são os tipos de tecido? ›

Tipos de Tecidos. O corpo humano é formado por 4 tipos de tecidos, a saber: tecido epitelial, tecido conjuntivo (adiposo, cartilaginoso, ósseo e sanguíneo), tecido muscular (liso, esquelético e cardíaco) e tecido nervoso.

O que são tecidos animais e vegetais? ›

O conjunto de células semelhantes e que exercem a mesma função é chamado de tecido e, nas plantas, recebe a denominação de tecido vegetal. Assim como nos animais, as plantas possuem tecidos que revestem, sustentam e levam nutrientes para todo o corpo.

Qual o tecido de revestimento dos animais? ›

O tecido epitelial é um dos quatro tipos básicos dos tecidos animais. Formado por células justapostas, entre as quais se encontra pouca substância extracelular. Como suas células não possuem vasos sanguíneos, os nutrientes são recebidos através do tecido conjuntivo subjacente.

Qual é a função de cada tecido? ›

Tecido ósseo: Forma os ossos, que, em conjunto, formam nosso esqueleto (Ver figura abaixo); Tecido adiposo: É o tecido no qual a gordura está armazenada; Tecido cartilaginoso: Forma as cartilagens do corpo, como aquela encontrada em nossas orelhas; Tecido hematopoiético: Responsável por formar as células sanguíneas.

Para que serve o tecido? ›

Uma de suas funções é revestir a superfície do corpo e algumas cavidades. Esse tecido é responsável também pela formação das diversas glândulas presentes em nosso corpo.

Quais são as principais características dos tecidos? ›

Os tecidos podem ser definidos como agrupamentos de células que apresentam formas e funções semelhantes. Podemos classificar os tecidos humanos em quatro tipos fundamentais: epitelial, conjuntivo, nervoso e muscular.

Qual a origem do tecido vegetal? ›

Originados do meristema fundamental, esses tecidos são encontrados nas folhas, frutos, caule e raiz. Os tecidos de sustentação são o colênquima e o esclerênquima. O colênquima é constituído por células vivas, alongadas e ricas em celulose.

Como é formado o tecido vegetal? ›

O floema compõe o sistema vascular no vegetal e sua função é garantir o transporte de materiais orgânicos e inorgânicos em solução. Esse tecido complexo é formado por células de condução (células crivadas e elementos do tubo crivado), células parenquimáticas, fibras e esclereides.

Videos

1. Ciências - Aula 001 - TECIDOS ANIMAIS
(Departamento Municipal de Educação Miguelópolis-SP)
2. Tecido Epitelial - Brasil Escola
(Brasil Escola)
3. TECIDO MUSCULAR - HISTOLOGIA | Biologia com Samuel Cunha
(Biologia com Samuel Cunha)
4. 3ª Série - Biologia - Aula 14 - Os Principais Tecidos Animais e Vegetais
(WebAulas EAD SEE Acre)
5. Características e Funções do Tecido Epitelial - Tecido Epitelial - Histologia Animal
(BIOLOGIA com o TUBARÃO)
6. Tecido Ósseo - Histologia - Aula | Biologia com Samuel Cunha
(Biologia com Samuel Cunha)

Top Articles

Latest Posts

Article information

Author: Madonna Wisozk

Last Updated: 01/03/2023

Views: 6452

Rating: 4.8 / 5 (68 voted)

Reviews: 91% of readers found this page helpful

Author information

Name: Madonna Wisozk

Birthday: 2001-02-23

Address: 656 Gerhold Summit, Sidneyberg, FL 78179-2512

Phone: +6742282696652

Job: Customer Banking Liaison

Hobby: Flower arranging, Yo-yoing, Tai chi, Rowing, Macrame, Urban exploration, Knife making

Introduction: My name is Madonna Wisozk, I am a attractive, healthy, thoughtful, faithful, open, vivacious, zany person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.